Redação | 18/07/2016 Brasil perde de novo para a Sérvia e amarga novo vice na Liga Mundial
Sérvia não conseguiu se classificar às Olimpíadas e tratou a Liga Mundial como prioridade - Foto: Danielle Rocha

A Seleção Brasileira masculina de vôlei ficou com mais um vice-campeonato da Liga Mundial, principal competição de preparação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016. O time comandado por Bernardinho foi derrotado pela Sérvia por 3 a 0, com parciais de 25/22, 25/22 e 25/21, na final da competição, neste domingo na Cracóvia

Foi a segunda derrota do Brasil em toda a Liga Mundial. A segunda para a Sérvia. Os dois times se enfrentaram também no Grupo F, com sede em Belgrado, e a equipe da casa venceu por 3 a 1.

A Sérvia não conseguiu se classificar às Olimpíadas e tratou a Liga Mundial como prioridade do ano, ao contrário das outras equipes que disputaram a fase final do torneio. Também neste domingo, a França garantiu o bronze, ao derrotar a Itália por 3 a 0, com parciais de 25/23, 25/21 e 25/20.

Maior vencedor da Liga Mundial com nove títulos, o Brasil não conquista a competição desde 2010. Desde então, ficou quatro vezes com o vice-campeonato. A segunda colocação do ranking de nações é da Itália, com oito títulos. A Sérvia conquistou o torneio pela primeira vez.

Assim como no confronto da fase classificatória, o saque sérvio causou muitas dificuldades neste domingo à defesa brasileira, que precisou de quase toda a primeira parcial para se acertar. Quando o fez, havia pouco tempo para se recuperar no placar e o time europeu fechou o set inicial por 25/22.

Os problemas no passe dificultaram o trabalho de Bruninho, que teve poucas oportunidades de utilizar os centrais no ataque. Wallace foi a válvula de escape do levantador nacional, mas sozinho não conseguiu guiar a Seleção, derrotada também por 25 a 22 na segunda parcial.

O Brasil deu demonstrações de que equilibraria o confronto no terceiro set, mas não conseguiu manter o ímpeto após os pontos iniciais. Os sérvios chegaram à parada técnica obrigatória com cinco pontos de frente e conseguiram administrar a vantagem até a conquista do título, garantida em erro de saque nacional.

Untitled Document

Siga-nos nas redes sociais: