Redação | 08/08/2016 Flávia Oliveira faz história no ciclismo de Estrada dos Jogos Olímpicos
Flávia Oliveira conquista o melhor resultado do ciclismo brasileiro em Jogos Olímpicos. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

POR LUIZ CLÁUDIO ANTUNES / BIKE76.COM

O Brasil esteve muito próximo de um pódio no ciclismo feminino de Estrada dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, disputados neste domingo, dia 7 de julho, com largada e chegada em frente ao Forte de Copacabana.

Flávia Oliveira fez uma grande participação nesta edição e ficou com o 7º lugar, terminando apenas 20 segundos atrás da campeã olímpica, a holandesa Anna van der Bregge, que cruzou a meta de chegada com 3h51min27. Com o grande resultado, Flávia deixa seu nome eternizado na competição como o melhor resultado do Brasil em Olimpíadas.

“É simplesmente indescritível competir em casa e a cada quilômetro ouvir pessoas gritando meu nome e falando palavras de incentivo. Estou muito feliz. A prova foi duríssima e eu sei que terminei muito perto de lutar por uma medalha, foram menos de 30 segundos de diferença, mas também sei da importância desse resultado para o ciclismo feminino do Brasil. Agradeço a oportunidade de poder representar a nossa seleção e principalmente a toda a torcida que marcou presença de uma forma ou de outra incentivando o nosso ciclismo”, comentou Flávia.

A prova no Rio de Janeiro, foi dura. O percurso foi o mesmo do masculino, mas um pouco menor. Foram 136,9 km, com duas passagens pelo circuito em Grumari, com um pelotão composto por 68 ciclistas.

Das 68 ciclistas que iniciaram a prova, 15 não terminaram, uma foi desqualificada e duas terminaram fora de tempo, sendo uma delas, Clemilda Fernandes, que junto com Flávia Oliveira, foram as representantes do Brasil nesta edição dos Jogos Olímpicos.

Como já mencionamos acima, a medalha de ouro ficou com a holandesa Anna van der Bregge. A prata foi para Emma Johansson, da Suíça e o bronze ficou com a italiana Elisa Longo Borghini.

Untitled Document

Siga-nos nas redes sociais: