Redação | 23/08/2016 "Ginasloucos" foi show a parte nas Olimpíadas Equipe douradense se apresentou no evento realizado no Rio de Janeiro
“Ginasloucos” levantou à torcida presente nos jogos de basquete tanto feminino como no masculino (Foto/ Assessoria/Ginasloucos)

POR WALDEMAR GONÇALVES

Nas Olimpíadas que recém se encerrou na cidade do Rio de Janeiro sendo considerada segundo opiniões da imprensa mundial como uma das melhores da era moderna dos jogos coletivos e individuais, a cidade de Dourados, Mato Grosso do Sul foi representada no evento com o grupo de acrobatas "Ginasloucos" nas aberturas e nos intervalos dos jogos que aconteceram na quadra do Parque Olímpico da Barra da Tijuca, à Arena Carioca 1 e na Arena da Juventude em Deodoro.

No evento que teve seu início no último dia 06 com a abertura e encerrado com uma grande festa no estádio Mário Filho, o "Maracanã", os ginastas douradenses compostos por dez atletas foram por 43 vezes um show a parte para o público presente na Arena Carioca 1 na Zona Sul assim como na Arena da Juventude que fica situada no bairro suburbano de Deodoro da Cidade Maravilhosa. "Para nós em todas as mais de mil apresentações que fizemos em nossa trajetória, com certeza este foi um momento único na história do grupo. Lá por 43 vezes antes dos jogos tanto do feminino como do masculino começarem e nos intervalos podemos mostrar o trabalho nosso nas Olimpíadas Rio 2016, que sem duvida alguma foi uma vitrine mundial para os Ginasloucos" disse Antônio Carlos Barbosa, o "Kaká" que é um dos lideres do grupo juntamente com Rogério Montes, que foi o idealizador dos acrobatas douradenses. "Ficamos à disposição do Comitê Olímpico do Brasil durante todo este tempo e o que nos deixa mais feliz é que nós levamos o nome de Dourados e principalmente o de Mato Grosso do Sul de forma positiva" disse Rogério Montes à reportagem.

Após a apresentação dos acrobatas douradenses nas Olímpiadas, o Comitê Olímpico Brasileiro reformou o convite para que eles retornem ao Rio de Janeiro nas Paralimpíadas que será realizada de 13 a 18 de setembro nas mesmas Arenas e estádios que foram especialmente construídos para os dois mais eventos esportivos do mundo. "Vamos voltar para o Rio de Janeiro para participar desta festa esportiva que com certeza será de total sucesso as Paralímpíadas como foi a Olimpíadas" finalizou "Kaká" a nesta manhã de terça-feira a reportagem.

OS GINASLOUCOS

O grupo dos "Ginasloucos" surgiu em 1995 e é único do tipo que alia a ginástica acrobática e ao basquetebol. São pouco mais de 20 anos de história e conquistas e sempre levando de forma positiva o nome de Dourados a todo o país.

De acordo com Rogério Montes, outra alegria dele e dos componentes do grupo como Antônio Carlos Barbosa, o "Kaká" foi de também terem sidos escolhidos para carregarem a "Tocha Olímpica" durante a passagem pela cidade.

Rogério Montes conta que para ganhar a oportunidade de fazer apresentações nas Olímpiadas e posteriormente na Paralimpíadas tudo começou no Pan-Americano de 2007, em uma luta "grandiosa". Os "Ginasloucos" já se apresentaram em vários programas de TV nacionais e desde 2011 participam como uma das atrações dos Jogos das Estrelas da NBB (Novo Basquete Brasil), assim como em finais do campeonato brasileiro.

Nessas exposições no Rio de Janeiro o grupo acredita que pode até mesmo atingir um distinto sonho dos profissionais, que é o de ser destaque internacional.

Mesmo assim, os "Ginasloucos" já tem uma marca surpreendente.

Eles realizaram um desempenho para superar o próprio recorde com o maior número de enterradas do estilo: 27 em um minuto.

O coordenador dos atletas "Kaká" afirma que participar desse momento histórico foi como se fosse não só a superação dos integrantes, más também um marco na vida pessoal e profissional de cada um.

Untitled Document

Siga-nos nas redes sociais: