Redação | 13/12/2016 Em alta, luta olímpica terá campeonato de base em Mato Grosso do Sul
Assíria (azul, à esq.) e Amanda (vermelho, à dir.) com Agnaldo Pereira e atletas da equipe - Foto: Arquivo / Correio do Estado

POR JONES MÁRIO / CORREIO DO ESTADO

No embalo da visibilidade conquistada com os Jogos do Rio de Janeiro, será realizado no próximo sábado, em Campo Grande, o Campeonato Estadual de Luta Olímpica para as categorias infantil, escolar, cadete e júnior. O torneio pretende reunir 80 competidores, entre os naipes masculino e feminino, no Teatro de Arena do Horto Florestal (Rua Anhandui, 620, bairro Amambaí).

A competição conta pontos para o ranking da Federação de Lutas Associadas de Mato Grosso do Sul (Felams), principal critério de classificação para eventos nacionais. As inscrições ao Estadual de base seguem abertas até amanhã. Os oito inscritos melhores ranqueados de cada categoria serão convocados para o torneio.

Diretor da Felams, Rodrigo da Silva aponta o crescimento da modalidade no Estado após a Olimpíada no Rio. “Hoje é mais fácil encontrar atletas para competir. Sem dúvida os Jogos contribuíram para popularizar a luta olímpica, com a boa participação das brasileiras, como a Aline e a Joice Silva”, explica.

Dois dos destaques da luta olímpica estadual saem da equipe Agnaldo Pereira Wrestling, comandada pelo professor que empresta o nome ao time. Assíria Daniela e Amanda Leal, respectivamente medalhistas de bronze e de prata na etapa de 15 a 17 anos dos Jogos Escolares da Juventude este ano, em João Pessoa (PB), estão confirmadas no torneio.

A luta olímpica é dividida entre os estilos livre e greco-romana, em que o último não permite o uso das pernas para defender ou atacar.

Os confrontos pelo Campeonato Estadual começam às 14h. A entrada é gratuita.

Untitled Document

Siga-nos nas redes sociais: