Redação | 18/03/2017 Canoístas do Estado conquistam vaga para o Campeonato Mundial Após ficar fora dos Jogos do Rio 2016 em decorrência de problema cardíaco, o para-atleta mostrou que está 100% recuperado
Fernando Rufino "Cowboy", 31 anos, venceu as provas KL2 masculino 200 e 500 metros na Copa do Brasil (foto: Divulgação)

POR / O ESTADO MS

De volta a competir em alto nível, o sul-mato-grossense Fernando Rufino "Cowboy", 31 anos, venceu as provas KL2 masculino 200 e 500 metros na Copa do Brasil realizadas no fim de semana, em Curitiba (PR), e mostrou por que é um dos grandes nomes da canoagem brasileira. Após ficar fora dos Jogos do Rio 2016 em decorrência de problema cardíaco, o para-atleta mostrou que está 100% recuperado.

"Foi melhor que eu pensava. Eu e o Patrick Pisoni conseguimos os nossos objetivos. Treinamos juntos em Campo Grande. Fizemos uma boa preparação dentro das condições que temos no Estado. Patrick conquistou a vaga para ir à seleção brasileira e eu também. Todo ano tem esta avaliação para ver os atletas que serão integrantes da seleção", disse o Cowboy.

"A Copa do Brasil foi muito boa também porque garantimos nossas vagas para o Mundial de setembro na República Tcheca", comemorou o resultado.

Nos 200 m KL3, promessa de MS fica atrás somente de medalhista olímpica

A promessa sul-mato-grossense Patrick Pisoni, 23, terminou em segundo lugar nos 200 m KL3, e ficou atrás do medalhista paraolímpico Caio Ribeiro. "Fiquei muito feliz porque consegui melhorar a minha posição. Na última Copa do Brasil terminei em terceiro, desta vez em segundo, perdi para o competidor muito mais experiente", comparou Patrick.

Debora Benevides fechou a participação sul-mato-grossense com o segundo lugar na prova KL2 200 metros. Nas disputas pelos títulos de campeã geral na Canoagem Velocidade e Paracanoagem, quem levou os troféus foram a Aleca-RS e o CCSJP-PR, respectivamente.

Durante a Copa do Brasil, em Curitiba, foram notados, nas águas do parque Iguaçu, os catamarãs utilizados nos Jogos Olímpicos Rio 2016 e que hoje fazem parte do legado da canoagem brasileira.

Untitled Document

Siga-nos nas redes sociais: