Cláudio Pampa / Redação Esportelife | 30/05/2017 MS se prepara para receber uma média de 2.000 ciclistas em desafios de mountain bike No mês de junho as competições acontecerão nas regiões sul, vale do Ivinhema e fronteira
Eventos de ciclismo reúnem média de 800 pessoas entre atletas e famialiares. (Foto: Arquivo Pata de Onça)

 POR: CLÁUDIO PAMPA / ESPORTELIFE

Mato Grosso do Sul sediará quatro eventos de ciclismo no mês de junho, destes, dois tradicionais e dois experimentais.

A agenda começa já nesse domingo (04) na cidade de Nova Andradina que será palco do 4º Giro Pata de Onça.

O primeiro lote das inscrições se esgotou em menos de 24 horas o que obrigou os integrantes do clube de MTB Pata de Onça a abrir um segundo lote para atender os inúmeros apaixonados pelo ciclismo da região e de outros estados.

Serão dois percursos na terra (35 e 75 km) com largada programada para as 7h. As trilhas passarão pela zona rural entre matas cruzando fazendas e estradas abandonadas. Durante o trajeto os atletas terão a assistência de brigadistas do Samu e Corpo de Bombeiros para qualquer eventualidade. Nos pontos de apoio água, isotônicos, frutas e doces e num deles, um churrasquinho (tradição nas competições do Pata de Onça). Todos os inscritos estão assegurados contra acidentes por uma apólice contratada pela organização do evento.

Pelo segundo ano consecutivo aprova terá o “Desafio Onça Pintada”. Uma corrida de pouco mais de 10 km onde será feito uma relargada onde serão premiados os cinco primeiros tanto no masculino como no feminino. Medalhas especiais serão dadas ao TOP30 (20 masculino e 10 feminino). Organizadores apostam em mais essa atração para conquistar aqueles atletas que prezam pela competição.

A premiação se dará durante o almoço de confraternização na AABB local.

 

No dia 11, Itaquiraí experimenta pela primeira vez o Cicloturismo sediando o “Ciclotour da Amizade”. Um trajeto experimental de 40 km passando pelos assentamentos, reservas ecológicas e a já famosa Praia da Amizade às margens do Rio Paraná. Com o evento, organizadores e praticantes pretendem difundir a prática do ciclismo na cidade e promover o turismo local.

 Já no dia 18 é a vez de Naviraí sediar o 4º Desafio do Caiuá. As inscrições estão esgotadas para os dois percursos (40 e 75 km) e têm uma das maiores premiações do estado. O Desafio do Caiuá tem a chancela da Federação de Ciclismo do Mato Grosso do Sul e é organizada pelo Navi Bikers.

O Calendário se encerra no dia 25 de junho em Ponta Porã com o Desafio Itapopó Mountain Bike que pagará uma premiação recorde no Estado de Mato Grosso do Sul, sendo R$ 12 mil reais, divididos em todas as categorias e sorteará 03 bikes para os participantes.

 O ciclismo têm sido uma crescente no estado com uma média de 03 desafios por mês em todas modalidades (MTB, Speed, Ciclo turismo). Cada evento desses chega a reunir aproximadamente 800 pessoas entre atletas e seus familiares que fazem girar a economia da cidade-sede do evento. 

A legião de adeptos não se restringe apenas à competição. Em diversas cidade do estado temos observado a crescente opção de pessoas de diversas idades pelo ciclismo como forma de levar uma vida mais saudável e menos estressante

 

Untitled Document

Siga-nos nas redes sociais: