Globo Esporte | 14/07/2017 Ainda com salários atrasados, Comercial dispensa jogadores e atacantes brigam em treino
Com ânimos acirrados, briga teve tentativa de agressão com uma voadora e tumulto (Foto: Reprodução/TV Morena)
O Comercial passa por dias de clima tenso. Na véspera do jogo mais importante do ano, uma crise, motivada pela falta de pagamento, se instaurou no clube, resultando na dispensa de seis jogadores e até em briga no treino da última quarta-feira (12) entre os atacantes Bruno Nunes e Araújo.
Durante um coletivo entre titulares e reservas, os jogadores começaram a discutir verbalmente, até que Bruno Nunes partiu para cima de Araújo e tentou acertar uma voadora (golpe com o pé) no companheiro, que desviou. Na sequência, um princípio de confusão se iniciou, porém os demais jogadores separaram. De acordo com o programa Globo Esporte, os atletas já se acertaram e o Comercial não irá punir nenhum individualmente.
De acordo com o técnico Valter Ferreira, o estado dos ânimos de todos no clube está exaltado devido à falta de pagamento que já chega há dois meses. “Todo trabalhador precisa [receber]. Fica um ambiente ruim, difícil, já que todos os jogadores têm seus compromissos. Já completou dois meses atrasados”, disse.
Na semana passada, famílias de jogadores protestaram nas redes sociais cobrando o clube por pagamentos. Havia até a expectativa de alguns jogadores se negarem a jogar na primeira partida contra o Ceilândia, que, se acontecesse, resultaria em “demissões por justa causa”, segundo o presidente do clube, Valter Mangini.
Apesar de, publicamente, nenhum ter recusado atuar, o clube decidiu dispensar seis jogadores na última segunda-feira (10). Deixaram o clube o goleiro Jefferson, os zagueiros Xandão e Bruno, os meias Kayo Cesar e Leandro Oliveira e o atacante Luís Ricardo. Destes, apenas Oliveira atuava como titular com frequência, tendo inclusive marcado o gol da classificação na primeira fase.
“O clube sentiu a necessidade de liberar alguns jogadores e trazer outros em uma hora decisiva como essa. Isso atrapalha nosso planejamento porque são jogadores que estavam nos nossos planos desde o início”, disse o treinador Valter Ferreira ao programa.
Para suprir as perdas, o Comercial agiu rápido e trouxe três jogadores destaque do União/ABC no estadual. Artilheiro da competição, o atacante Marcelo reforça o colorado junto ao zagueiro Dogão e o lateral Léo Maria. Eles já foram regularizados no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e poderão viajar a Ceilândia para o segundo jogo.

Destaques do União/ABC no estadual foram contratados
e já regularizados pelo colorado (Foto: Divulgação)

 

Apesar da ameaça de alguns atletas de não embarcar caso não seja feito o pagamento do montante atrasado, o presidente Valter Mangini garante que o pagamento de pelo menos um mês será realizado até esta sexta-feira (14) para que os atletas possam atuar.
Em meio a esse turbilhão, o Comercial ainda terá de reverter uma vantagem de um gol obtida pelo Ceilândia no primeiro jogo. Para se classificar, o Colorado terá de vencer os donos da casa no estádio Abadião por dois gols de diferença ou até por um, desde que marque dois gols. A partida acontece no próximo sábado (15), às 14h30.
Untitled Document

Siga-nos nas redes sociais: